Rimene Amaral

Caçarolices

Rimene Amaral é jornalista, fotógrafo e glutão. Quando não está se dedicando a alguma destas tarefas, gasta o tempo com inventices na cozinha
Na onda smurf, o saborosíssimo shimeji chega para acompanhar o cuscuz | Imagem: Rimene Amaral

Na onda smurf, o saborosíssimo shimeji chega para acompanhar o cuscuz | Imagem: Rimene Amaral

Verbo smurfar

E nossas Caçarolices vão inovando, mudando, voltando atrás e inovando. Quem acompanha sabe bem que existem ingredientes e produtos que são indispensáveis à nossa sobrevivência, como o vinho, por exemplo. Eu apurei meu paladar. Já comi comidas muito boas – outras nem tanto! – e alguns paladares e/ou sabores ficaram na minha memória afetiva, como é o caso da abobrinha, da berinjela e do limão. E tem aqueles sabores que lhe abraçam de tempos em tempos.

E foi assim que os cogumelos chegaram à minha vida. Portanto, além de berinjelas e abobrinhas – com raspas de limão, é claro! – o cogumelo passa a ser figurinha constantes nestas Caçarolices. E quem acompanha vai perceber ainda que cogumelos são simples de fazer, rápidos e saborosíssimos que aceitam muitos tipos de acompanhamentos e vinhos. São mais que versáteis. Então é isso. Desde a coluna passada estamos com receitas à base de cogumelos, só smurfando. Seja também um Smurf e venha comigo. Bon appétit...


MISTURINHA GENIAL
A mistura parece meio estranha, mas depois que você criar coragem e encarar vai perceber que era só preconceito. Sim, existe preconceito com comida. Aposto que muita gente ainda não se esbaldou com deliciosos pasteis de feira por puro preconceito. Recomendo rever a vida. Bem, mas voltando à parceria, falo de shimeji refogado e servido com cuscuz marroquino. Fácil, fácil. 

Primeiro tempere o cuscuz ainda seco com sal, pimenta calabresa, raspas de limão, alho e cebola desidratados. Hidrate-os com uma mistura de água e suco de abacaxi (meio a meio) quente. Durante os 5 minutos para a hidratação da sêmola, vamos ao cogumelo. Já picadinho, o shimeji vai para a frigideira com uma colher de manteiga de leite, dois dentes de alho picadinhos, ½ cebola de cabeça cortada minusculamente, pimenta dedo de moça picada sem semente, sal e 1 tipo de erva fresca (sálvia, manjericão, alecrim, tomilho ou hortelã). Entre 5 e 10 minutos e está pronto. Sirva os dois no mesmo prato, sem misturá-los. Um sauvignon blanc gelado é a companhia perfeita.


FRASE NOSSA DE CADA DIA
Parte do segredo do sucesso da vida é comer o que você gosta e deixar que os alimentos se entendam lá dentroMark Twain, escritor e humorista norte-americano



Delícia para degustar solita ou mesmo para acompanhar uma carne 

CHURRAS VEGANO
Apesar de ser totalmente vegetal, berinjelas e abobrinhas temperadas são excelentes acompanhamentos num churrasco. Corte 4 abobrinhas pequenas na direção longitudinal em 4, e 2 maiores em rodelas e 1 centímetro. As 4 berinjelas podem ser todas redondas, também de 1 centímetro de largura. Tempere com: 2 colheres de alho desidratado amassado a pó, 2 colherinhas de chá de canela em pó – sim! Canela –, pimenta calabresa a gosto e azeite generosamente. Sal apenas depois de pronto. É surpreendente!



Com sotaque italiano, mas concebida na Grécia, a moussaka tem sabor de vários condimentos

CONHEÇA A... MOUSSAKA
É uma caçarola grega ou turca que mais parece uma lasanha italiana. São colocadas camadas de ingredientes em um molho de queijo bechamel, com carne moída ou cordeiro e berinjela, sempre condimentado com azeite, cebola, ervas e fortemente temperado com pimenta.



A vez do shitake, que se junta ao alecrim para fazer a festa | Imagem: Rimene Amaral

BATATAS E COGUMELOS
Esse é o tipo de barato rápido, fácil e barato de fazer, com sabor inigualável e, diferente de tudo o que é bom é imoral ou engorda, esse é saudável. Batatinhas cozidas e pré-assadas (elas precisam estar quase boas, já que o cogumelo no forno não pode passar de 15 minutos) com manteiga, alho em flocos, alecrim e sal grosso. Juntam-se cogumelos shitake frescos temperados com pimenta calabresa, sal e azeite e volta para o forno por mais 15 minutos. Só um rosé gelado para acompanhar.



Carne com legumes, para quem adora um festival de sabores | Imagem: Rimene Amaral

CARNE COM LEGUMES - A TRADICIONAL!
Há, na gastronomia, alguns coringas que podem ser servidos em quaisquer ocasiões. E tudo vem bem quando é feito com ingredientes de qualidade e bom tempero. Carne com legumes sempre foi um banquete pra mim. Acompanhamento? Arroz. Não há necessidade de mais nada. Para conseguir fazer este prato com a textura certa, a ordem dos ingredientes deve ser respeitada.

O passo-a-passo é o seguinte: na panela de pressão, frite 100 gramas de bacon picadinho em azeite. Depois, 3 dentes de alho picados e 1 cebola de cabeça em cubinhos. Acrescente a carne picada em cubos médios. Quando ela dourar, acrescente água fervente até cobri-la. Deixe na pressão por cerca de 15 minutos. Quando abrir, ela deva estar desfiando.

Complete a água fervente até cobrir a carne e coloque um prato de mandioca picada em cubos. Deixe cozinhar por 5 minutos sem pressão. Hora de acrescentar: a cenoura picada em palitos grossos, 2 cebolas em pétalas, 1 talo de salsão em cubos médios, abóbora cabutiá em cubos, vagens cortadas no meio, 1 chuchu e 2 pimentas dedo de moça. Cozinhe por mais 5 minutos sem pressão. Acerte o sal. Por último, junte o brócolis, a couve-flor e a salsa picados. Tampe a panela e desligue o fogo. Deixe por mais 10 minutos. Aconselho que sirva a iguaria em local com ar-condicionado. Boa sorte.


MEXIDOS COM PEDIGREE
De singelos ovos mexidos a uma iguaria inimaginável. Minha pequena plantação de ervas está em momento de poda e, sendo assim, estou usando-as mais. Daí pensei na salvia. Ovos mexidos com sálvia. Salivei! E fui acrescentando no pensamento e na travessa: 2 ovos, 3 colheres de sopa de queijo-minas ralado grosso, ½ tomate madurinho picado pequeno, cebola e alho em flocos, sal moído na hora e uma pitada de pimenta calabresa. Sálvia? Foram duas colheres de chá da folha fresca picada. Manteiga na frigideira antiaderente, tudo ali, mexendo sempre até firmar. Manda pra dentro de um pão francês quentinho. De verdade, é um sabor tão especial que tenho que repetir.



Dourada, bem temperada e regada no azeite, impossível resistir a esta farofinha | Imagem: Rimene Amaral

MARINADA
Farofinha – Calabresa em rodelas vai para a frigideira com 1 colher de alecrim fresco picado, 1 cebola de cabeça picada e 2 colheres de manteiga de leite. Acrescente a farinha e não pare de mexer até que esteja dourada. Acerte o sal e abaixe o fogo. O momento é de regar com azeite para que fique crocante. Desligue o fogo e espere esfriar. Aconselho não assoprar.

Manjericão fresco – Você compra sempre manjericão, mas acaba sobrando e perdendo. O galho que sobrar pode ser colocado num recipiente com água. Em poucos dias as raízes brotam e a muda de manjericão pode ser plantada em qualquer vaso pequeno. Terá folhas frescas todos os dias e sem desperdício.

Colorido beta – ¼ de mamão formosa com semente, suco de 1 limão, 300 ml de suco de laranja e 1 colher de chia hidratada. Sei que faz muito bem à saúde, mas a receita é porque é muito bom!

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado