Champagne Pops é uma invenção da chiquérrima loja de alimentos Fortnum & Mason. | Imagens: Divulgação

Champagne Pops é uma invenção da chiquérrima loja de alimentos Fortnum & Mason. | Imagens: Divulgação

Drinque disfarçado para o verão

O Champagne Pops, o picolé de espumante da  Fortnum & Mason vira hit das praias mais chiques do planeta


Tem coisa que é boa no estado sólido, líquido ou gasoso. Quando o líquido gasoso ganha o status de sólido então... Vira o picolé de espumante, batizado de Champagne Pops, uma invenção da chiquérrima loja de alimentos Fortnum & Mason, instalada no bairro Piccadilly, em Londres. Nada de ilações com um tal picolé de caipirinha, forma de beber disfarçadamente a qualquer hora e em qualquer lugar inaugurada por um certo presidente da República muito íntimo dos destilados.





Mas, bem antes dos londrinos, a marca de espumantes brasileira Chandon havia lançado sua versão de álcool no palito. Em 2014, em parceria com a Dilleto, e inspirada num drinque italiano chamado sgroppino (ver receita), a vinícola criou o produto por tempo limitado, mas só chegou aos mercados do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. A receita nacional levava Chandon Riche Demi-Sec na composição do sorvete mais famoso da gelateria, o de limão siciliano.




Independente da origem do elegante picolé – o de Londres é em forma de cone – o gelado tem tudo para se tornar a vedete do verão que se anuncia. Afinal, nada melhor do que refrescar-se com um barato a mais e sem o incômodo de beber borbulhas quentes sob o sol generoso das praias brasileiras. Isso porque ainda não inventaram a tal “camisinha” para a flûte, aquele recipiente térmico super deselegante para que a latinha de cerveja não esquente. E, quem tiver a ousadia de depositar a taça de cristal em algo parecido, vai receber a visita do espírito de madame Cliquot. Chupa o picolé mesmo, vai! 

Agora, se o ambiente for a varanda de um duplex no Leblon, experimente o sgroppino, criado em 1528 na região do Vêneto, Itália, famosa pelo vinho Amarone, mas também por lançar drinques que viram moda da noite para o dia. O nome da bebida é derivado da palavra sgropin, que em dialeto local quer dizer sorvete; é leve e refrescante para ser apreciado antes da sobremesa, e a receita original contém cerca de 15% de álcool, mas há quem goste de carregar um pouquinho nas doses. Anote o tradicional:Para um drinque:

45 ml de sorbet de limão
45 ml de Limoncello, o delicioso licor de limão siciliano
45 ml de prosecco, espumante ou champanhe

O sorbet de limão vai para o processador com o Limoncello até ganhar a consistência de um smooth. Coloque na flûte até a metade e complete com o prosecco. Dê uma mexidinha e tome imediatamente.

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado