Grafiteiros consagrados participam da segunda edição da Mostra de Arte Urbana no Brasil Central | Todas as imagens: Eudes Pina

Grafiteiros consagrados participam da segunda edição da Mostra de Arte Urbana no Brasil Central | Todas as imagens: Eudes Pina

Paisagem urbana

Sucesso de público, a Mostra de Arte Urbana do Brasil Central abre amanhã sua segunda edição na Vila Cultural Cora Coralina

Dois anos após a primeira edição, realizada no Museu de Arte Contemporânea de Goiás, do Centro Cultural Oscar Niemeyer, a Mostra de Arte Urbana no Brasil Central está volta, desta vez em local diferente, na Vila Cultural Cora Coralina, no Setor Central, a partir de amanhã, 13.

A abertura, marcada para às 16 horas, trará apresentação de grupos de break do Centro de Referência da Juventude (CRJ), performances do artista mineiro Renato Negrão e do palhaço Bulacha e convidados, e shows com o MC Murcego e grupo Erotori, de Pirenópolis. O evento tem apoio institucional do Governo de Goiás, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes e Lei Goyases.

Vista como um grande êxito da cena artística goiana, atraindo mais de 10 mil visitantes, a segunda edição chega com o propósito de romper a tradicional descontinuidade de eventos do calendário cultural da cidade, além, é claro, de manter o diálogo com o máximo de linguagens da arte com identificação com os espaços públicos. "Também queremos contrariar o mar de desânimo, levando a esperança de que pequenas ações em prol da cultura e da arte, se ecoadas, ganham força e podem ser transformadoras", ressalta o coordenador geral da mostra, o artista visual Sandro Tôrres.

A produtora executiva da mostra, Wanessa Cruz, da Arte Plena Produções Culturais, aponta que em relação à primeira edição, a mostra cresceu  em conceito, experiência, alcance da compreensão das possibilidades a serem exploradas nos campos estéticos e sociais por meio do discurso (e ação) artístico. "Por incrível que pareça, quanto mais se abraça as manifestações artísticas, mas percebe-se o potencial de continuar crescendo", acredita a produtora.

Com curadoria do grafiteiro, designer, tatuador e produtor cultural Rafael Plai, a lista de selecionados para essa edição traz nomes importantes do grafite brasileiro: Bulacha, Aiog, Testa, Ibop, Plai, VHO e Peralta, de Goiás; Kueia e Renato Negrão, de Minas Gerais; Shock Maravilha, de São Paulo; Ment e Tarm, do Rio de Janeiro; e Satão, Pomb, Guga Baygon e Snupi, do Distrito Federal.

A mostra também presta uma homenagem simbólica ao grafiteiro Testa, de Goiânia, um dos pioneiros da linguagem do grafite local. Além dos 17 artistas que integram a exposição do salão principal da Vila, foram convidados colaboradores de peso com o intuito de promover o ecletismo e a pluralidade de linguagens desta mostra, como a equipe do M.A.U., composta pelos artistas e designers Anna Carolina Cruz, Suzana Provásio, Maurício Homero, Fernandinho 2 F, Camila Dias, Luiz Felipe de Aguiar, João Paulo (Passa o Rodo) e Alexandre Perini (Obsoleto).

Dentre os parceiros do projeto estão o coletivo Sobre Urbana, com a instalação de palets na esplanada, a Ambiente Skate Wear, com a instalação de obstáculos decorativos de skate, dentro da Vila; a Monstro Discos, com as apresentações musicais; o Centro de Referência da Juventude (CRJ) e La Sociedad, responsáveis pela escolha de algumas atrações de expressões urbanas; a Upoint (Beco da Codorna), que comandará ações paralelas à mostra, além dos músicos e grupos MC Murcego, Erotori, Boca Seca, cantores solo e instrumentistas, e mais uma série de atividades de letras e cênicas que desenvolverão ações nos 45 dias de permanência na Vila Cultural. 

 PROGRAMAÇÃO

13 de fevereiro
Abertura da 2 ª Mostra de Arte Urbana no Brasil Central
Local: Vila Cultural Cora Coralina
Endereço: Rua 3, Setor Central, ao lado do Teatro Goiânia
Horário: a partir das 16 horas

Atividades:
-Instalação do Coletivo Sobre  Uubana (GO)
-Performance Partida do Sensível, com Renato Negrão (MG)
-Performance com Bulacha e convidados
-Mostra de Break (grupos CRJ)
-Show Mc Murcego e Erotori

Horário de funcionamento da mostra de 14 de fevereiro a 31 de março: de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas; sábados das 9h às 13 horas
Informações: (62) 8414-9617

21 de fevereiro
Domingo no Parque
Local: parque Flamboyant
Horário; 16 horas
Apresentações: AcroYoga e atividade com tecido

27 de fevereiro
-Bomb Combate
Local: Beco da Codorna
Horário: 16 horas

Atividades:
-Premiação do Campeonato de Bomb com show do Boca Seca
Local: Vila Cultural Cora Coralina
Endereço: Rua 3, Setor Central, ao lado do Teatro Goiânia

5 e 6 de março
Bazar do MAU e convidados
Local: Local: Vila Cultural Cora Coralina
Endereço: Rua 3, Setor Central, ao lado do Teatro Goiânia
Horário: das 10 ás 20 horas

Atividades:
-Bazar com peças artísticas do M.A.U. e Convidados
-Exposição de Bikes customizadas
-Serigrafia “Passa o Rodo”

12 de março
 Sarau do Mau
Local: Vila Cultural Cora Coralina
Endereço: Rua 3, Setor Central, ao lado do Teatro Goiânia
Horário: 16 horas

Atividades:
-Atividades Letras e Cênicas
-Batalha do Conhecimento
-RAP

13 de março
Família Flash Back e Sociedade Black
Local: Vila Cultural Cora Coralina
Endereço: Rua 3, Setor Central, ao lado do Teatro Goiânia
Horário: 16 horas

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado