Obra de Siron Franco inspirada nos recentes ataques teroristas de Paris | Todas as imagens: Divulgação

Obra de Siron Franco inspirada nos recentes ataques teroristas de Paris | Todas as imagens: Divulgação

Arte para o bem

Valéria Perillo, presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás realiza o Arte Solidária no Palácio das Esmeraldas. Obra de Siron Franco foi uma das mais cobiçadas da noite

Em uma agradável noite no Palácio das Esmeraldas, a presidente de honra das Voluntárias de Goiás (OVG) e primeira-dama do Estado, Valéria Perillo, recebeu convidados e imprensa para uma ação em prol da instituição, o Arte Solidária. Diversos artistas se uniram em prol de uma boa causa: doaram algumas de suas obras a entidades sociais cadastradas OVG. Na ocasião, foi lançado o catálogo Redesenhando a Natureza - escultura e relevos, da artista plástica catarinense Bia Doria.


Valéria Perillo e a diretora geral da OVG, Eliana França 

Mais de 30 artistas enviaram obras, entre eles, Siron Franco - personagem de capa da recém lançada edição da revista The Book. Siron criou sua versão do inigmático quadro da Mona Lisa, do famoso pintor Leonardo da Vinci, exposto no Museu do Louvre, numa adaptação dela chorando. A obra inspirada nos últimos ataques terroristas de Paris, foi uma da mais disputadas da noite.


Valéria com Bia Doria e o catálogo Redesenhando a Natureza - escultura e relevos

Amaury Menezes, Graça Estrela, Karla Abrão, Marcelo Solá, Roosevelt Lourenço, Adriano Marine, Helena Vasconcelos, Maria Célia Siqueira, Rimene Amaral - da equipe The Book -, Cleide Pina, Maria Guilhermina, Rodrigo Godá e Bia Doria também levaram obras - pinturas, gravuras, escultura e fotos, que foram sorteadas entre as instituições, que poderão comercializá-las da maneira que desejarem.


Valéria com os representantes das entidades benneficiadas pelo Arte Solidária

Amauri Menezes, que falou em nome dos artistas, agradeceu o incentivo do governo aos artistas goianos. “O governo de Goiás tem transformado este espaço em uma casa de cultura. E participar deste evento é uma oportunidade de expor o nosso trabalho e ao mesmo tempo, ajudar as instituições sociais”.

A diretora administrativa da Vila São Cottolengo, irmã Márcia Simões da Rocha, ressaltou que doações sempre são bem-vindas. “Cerca de 49% da renda de nossa entidade vem de doações. Atendemos 365 pessoas de todas as idades com muita dificuldade e ações como esta são importantes para conseguirmos manter nossos compromissos”, comemorou.


Artistas que doaram obras para a ação posam com a primeira-dama Valéria Perillo

Valéria Perillo explicou que a ideia de promover o evento surgiu durante uma visita ao atelier de um artista plástico. Segundo ela, o Arte Solidária superou todas as expectativas, mais de 30 artistas aderiram à causa. “Agradeço a todos que participaram deste gesto nobre. Temos certeza que as doações vão fazer a alegria de muitas pessoas que precisam. Vamos superar este momento de crise que vivemos no país, com trabalho e otimismo. E este é o primeiro de muitos eventos que faremos em prol das pessoas de baixa renda”, assegurou.


Galeria de obras doadas para o o projeto Arte Solidária

Durante o evento, a artista catarinense radicada em São Paulo, Bia Doria lançou o catálogo Redesenhando a natureza - escultura e relevos, que tem concepção do arquiteto Marcílio Lemos. Representante da arte contemporânea sustentável, seu acervo é composto por 50 obras, entre esculturas de grande porte e relevos de parede.  

Bia, que doou ao Arte Solidária uma escultura de parede, elogiou a iniciativa. “Procuro sempre ajudar instituições sem fins lucrativos. A quantidade de pessoas que são beneficiadas é enorme e é muito gratificante contribuir.”

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado