O painel Transferência de responsabilidade integra da exposição de Diomar Lustosa que o Mag inaugura para próxima quinta-feira, 30 | Imagens: Josimar Barbosa

O painel Transferência de responsabilidade integra da exposição de Diomar Lustosa que o Mag inaugura para próxima quinta-feira, 30 | Imagens: Josimar Barbosa

Arte engajada

Artista plástico Diomar Lustosa abre exposição na próxima quinta-feira, 30, no Museu de Arte de Goiânia, com forte apelo às injustiças sociais, a dor e ao abandono

Por aí, em exposições, eventos e projetos, encontro Diomar Lustosa, bem disposto sempre, de uma seriedade brincalhona e conversa fácil. Quando se trata de arte, porém, sua obstinação se manifesta. Inspira, expira e transpira arte. Passa dias emparedado no ateliê, pesquisando, experimentando, produzindo, vibrando. Como se diz, o negócio, ali, é bruto. Ainda não fui lá, ele escapole sempre, com a desculpa de pouco espaço e muita bagunça. Mas já vi fotos. Baguncinha normal, ambiente de artista mesmo, local de muito trabalho e de muito sonho.


Diomar Lustosa, que abre exposição no Museu de Arte de Goiânia | Josimar Barbosa

Artista autodidata, Diomar Lustosa completa três décadas na arte. Durante todo esse tempo experimentou várias técnicas, passando pelo grafite, pelo nanquim, pelo guache e pelo acrílico, para chegar aos grandes painéis em tinta a óleo ou em técnica mista que combina óleo, acrílico e têmpera, dando voz àqueles que se recusam a calar diante das injustiças sociais, da dor e do abandono.

Com a exposição O Abalo das Estruturas Políticas, que será inaugurada na próxima quinta-feira, 30, no Museu de Arte de Goiânia, Lustosa pretende que outros olhares se juntem ao seu, que outros questionamentos surjam a partir das contundentes imagens de suas telas. E que, mesmo caminhando contra o vento, essas vozes se transformem (por que não?) em manifestos.

Num recomeço inovador do que já fazia nos desenhos da década de 1990, a figura humana, sempre presente, é desconstruída num movimento livre e pulsante, na manifestação de um vivo desejo de expressar a inconformidade frente à impossibilidade de construção de um futuro mais igualitário.



Cegueira Ideológica é uma das obras que integram a exposição do Mag | Josimar Barbosa

Inquieto desde sempre, Lustosa atravessou várias fases artísticas, integrou o G7, grupo de artistas plásticos goianos, acumulou exposições e premiações. As visitas a museus da Holanda e da França, onde foi a trabalho algumas vezes, acentuaram sua percepção do artista como alguém que participa dos embates sociais, que se posiciona politicamente e que declara, por meio da arte, de forma inconteste, sua opinião, denúncia ou protesto.

E, como a liberdade sempre (ok, quase sempre) acompanha a maturidade, Lustosa adquiriu um inabalável sentido do coletivo, expressando sem censura e sem estar restrito a nenhum estilo, a angústia e a descrença diante do desmoronamento das estruturas políticas mundiais.

SERVIÇO
Exposição:
O Abalo das Estruturas Políticas
Abertura: 30 de julho de 2015, às 20 horas
Local: MAG – Museu de Arte de Goiânia, Rua 1, nº 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste
Contribuição: 1 kilo de alimento não perecível, que dá direito a um catálogo com as obras expostas e desenho original do artista
Visitação: De 31 de julho a 27 de setembro
Horários: De terça a sexta, das 09 às 12 h e das 13 às 17 h
Sábado, domingo e feriados, das 10 às 16 horas
Informações: (+55) (62) 3524 1196

1 comentário

Diomar Lustosa

Nossa, meu respeito...qualidade e texto muito bom,agradeço a toda equipe ,parabéns.
* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado