Caixotes de frutas serviram para transportar os apetrechos do piquenique e depois viraram mesinhas de apoio para as guloseimas | Imagens: Alberto Maia, Rimene Amaral e Adevania Silveira

Caixotes de frutas serviram para transportar os apetrechos do piquenique e depois viraram mesinhas de apoio para as guloseimas | Imagens: Alberto Maia, Rimene Amaral e Adevania Silveira

Um piquenique para comemorar

Todos os detalhes do convescote no Parque Flamboyant, do cardápio ao décor, que festejou os 12 anos de Pilar Maia

Quem não gosta de fazer piquenique? Comer ao ar livre com amigos e família envolvidos por um cenário bucólico? Delícia, não é? Pois foi dessa maneira que comemoramos os 12 anos da minha caçula, Pilar Maia, no último dia 14, dois dias antes da data oficial. E foi tão bacana, tanta gente gostou e elogiou, que decidi compartilhar os detalhes da festinha.


Naked cake de massa de pão de mel e recheio de buttercream e mosrangos | Imagem: AS

É sempre muito estimulante o contato com a natureza, sair de casa, mudar de paisagem e, principalmente, dar espaço às vivências mais simples e descomplicadas. Aliás, este é o conceito central da campanha que The Book lançou em seu último número. Um convite para a humanidade apertar a tecla slow e buscar mais qualidade de vida.

Mas, vamos ao piquenique. Ainda bem cedo tomamos posse de um pedacinho de chão do Parque Flamboyant para fincar a nossa bandeira. Escolhemos um local próximo à água, à sombra de algumas árvores. A manhã estava perfeita. Céu aberto e brilhante, solzinho morno e gramado ainda pouco castigado pela temporada seca. As amigas levaram jogos e elástico (para resgatar a velha brincadeira). E funcionou: os celulares permaneceram a maior parte do tempo dentro das bolsas.


Mini hotdogs, frutas, leite, café e água saborizada com laranja-da-baía e hortelã | Imagem: AS

Pilar participou de toda a organização do aniversário, desde a lista de compras à preparação do cardápio. Para mim, esta é a melhor parte da festa. Na cozinha, enquanto cozinhamos e derretemos chocolate, conversamos, rimos e aprendemos uma com a outra. É uma troca prazerosa e muito rica. Quer intensificar a relação com os filhos? Convide-os a cozinhar junto com você. Além de divertido, aprendem o valor dos alimentos e a serem independentes. Pilar já sabe fazer arroz, salada, filé de frango ao molho de laranja, e por aí vai.


Sandubinhas de blanquet de peru, queijo fresco, alface e tomate | Imagem: AS

COMO PREPARAMOS O PIQUENIQUE DA PILAR

A parte doce
# Naked cake (bolo sem cobertura) de pão de mel com camadas de buttercream (feito com cream cheese + creme de leite fresco + açúcar de confeiteiro) e morangos frescos.
# Pipoca gourmet de chocolate branco e leite ninho
# Pasteizinhos de maçã assados
# Suspiros cor de rosa (comprados prontos)


A parte salgada
# Mini hotdogs (com receita de molho de tomate da vovó Isalda)
# Sandubinhas de blanquet de peru, queijo fresco, requeijão, tomate e alface
# Pão de queijo (comprados prontos)
# Torta-pizza de calabresa, tomate, cebola e queijo fresco (feita com farinha de arroz, portanto sem glúten)
# Torta-pizza de lombo canadense, pimentão, tomate, cebola, queijo fresco e manjericão




A parte natureba
# Tangerinas, bananas e maçãs


A parte líquida
# Suco
# Refrigerante
# Leite com chocolate (não sobrou nada!)
# Café (não ia sobreviver sem!
# Água saborizada com rodelas de laranja-da-baía e hortelã
# Vinhozinho rosé (só para os adultos brindarem lá pelo meio da manhã)


A parte lúdica
# Pula elástico
# Twister
# Esconde-esconde



As disputadas pipocas gourmet de chocolate branco e elite ninho em cones de papel crepom | Imagem: AS

Para ficar tudo lindo
Usamos o que tínhamos em casa, não alugamos nenhum item. Então, para ficar harmonioso e criar um clima despojado, escolhemos almofadas, esteiras e tapetes (eles funcionam bem para sentar e dão mais conforto ao convidado) em tons de vermelho, laranja e rosa. A toalha, seguiu o tradicional estilo xadrez vermelho.


Mais detalhes da "mesa" | Imagem: AS

Os caixotes de madeira (conseguimos em um supermercado) serviram para transportar os apetrechos do piquenique e depois viraram apoio para o bolo e os doces. Rústicos, combinam perfeitamente com a proposta. Para "levantar" o décor (afinal, tudo está na linha do solo) usamos dois caixotes empilhados e outros dois em torno deles, criando diferentes volumes e alturas. A alegria das flores não pode faltar, então, usamos dois vasinhos de kalanchoe rosa, a flor-da-fortuna, resistente ao calor.

Em um determinado momento da comemoração, lamentei não ter convidado uma voz e um violão para o fundo musical. Mas logo recobrei a sanidade. Imagina, com tantos passarinhos fazendo festa, para quê? Com chance de conversar tranquilamente com os amigos em uma linda manhã de junho, para quê?


Momento selfie: ninguém quis saber de celular, só de brincar.... | Imgem: AM

Captou?
Os registros foram realizados espontaneamente por dois competentes fotógrafos, o booker Rimene Amaral e Alberto Maia, pai da feliz aniversariante. Também fiz algumas imagens, afinal, o dia era muito especial, não é? Poucas selfies foram feitas, um sinal de que a meninada estava mesmo interessada em aproveitar a manhã conectada com a natureza. 


A parte do bolso
Deixamos o parque, com tudo devidamente embalado e nenhum traço de lixo no gramado (recolhemos até as pipocas caídas no chão), por volta das 13 horas, com uma Pilar que era só sorriso. Pensei no quanto pode ser fácil e barato fazer nossos filhos felizes, ou seja, não precisamos cruzar o Atlântico para encontrar com o Mickey para ver os olhos deles brilhando. O preço da brincadeira? Módicos R$ 350, incluindo o vinhozinho rosé para os crescidos.


O nosso álbum


Pilar Maia recebeu amigos e família no seu piquenique | Imagem: AM


Bruno Pupin, Isadora Amersur, Pilar Maia, Manuela e Maria Eduarda Pupin e eu | Imagem: AM


Pilar com as amigas Nicole, Emília, Ana Luiza, Ana Clara, Isadora e as primas Maria Eduarda e Manuela, e eu | Imagem: AM


A meninas se divertem com o Twister | Imagem: AM


Roda de amigas | Imagem: AM


Leandro Pires, da The Book, prestigiando o piquenique | Imagem: AS


Antur, o convidado mais novinho | Imagem: AM


Pilar apagando a velinha | Imagem: RM


Momento de agradecer a Deus | Imagem: AM


PIlar Maia | Imagem: AM


Pilar e as amigas | Imagem: AM

1 comentário

Ana Carolina

Simplesmente perfeito, de um bom gosto sem tamanho! Estou organizando o terceiro aninho do meu pequeno e quero muito fazer algo assim em um parque, tipo um piquenique como foi o a festinha da sua princesa. Tenho duas dúvidas, será que para uns 80 convidados (nem sempre vão todos, mas essa é minha lisa :-O), entre adultos e criança ficaria legal no parque? E precisa de alguma autorização prévia da prefeitura? Bjooss
* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado