O famoso padeiro Rogério Shimura com a empresária Cristina Quinan

O famoso padeiro Rogério Shimura com a empresária Cristina Quinan


Pão com assinatura

Primeira boulangerie da capital apresenta irresistível variadade de pães artesanais e outras delícias francesas

A minha semana começou muito bem, com um convite para lá de tentador: conhecer uma nova casa de pães, aberta em Goiânia. Eu, que sempre digo que poderia viver só de pão, queijo e vinho, já desconfiava que a minha tarde seria mais que prazerosa, me deliciando com pães de casca crocante e cheirosos.

Qual não foi minha surpresa ao me deparar com a charmosa Boulangerie de France, que dado ao padrão internacional dos seus produtos, se traduz em um pequeno território francês, fincado em frente ao aprazível Parque Vaca Brava, no Setor Bueno. Antes de cruzar a porta, já dava para sentir o irresistível perfume de massa assando, amêndoas torradas e uma variedade de especiarias bailando no ar.
A casa, concebida e administrada pela empresária Cristina Quinan, apresenta uma grande variedade de pães artesanais produzidos com fermentação natural, doces consagrados universalmente, bebidas diversas incluindo cafés porcionados e também os de sabores inovadores.

Esta é a primeira boulangerie da capital, com pães "assinados" - que são cada vez mais comuns e apreciados -, e para chegar a este nível de qualidade, Cristina passou diversas temporadas na França, onde o pão é um negócio levado muito sério. Apaixonada pela cozinha, acabou se encantando com as delícias e o requinte das boulangeries, um conceito testado e aprovado no mundo. Estudou 18 meses e começou presenteando amigos com seus pães. Em março de 2014, participou da Europan e, após se especializar profissionalmente, estruturou seu plano de negócios.

Para abrir a casa, Cristina contou com um time de primeira linha, além de consultoria técnica do requisitado padeiro Rogério Shimura, proprietário da Levain Escola de Panificação R. Shimura, escola profissionalizante e também de uma fábrica que fornece pães para conceituados restaurantes, buffets, hamburguerias, cafeterias, confeitarias, empórios e supermercados em São Paulo. Rogério tamvém é conhecido onhecido por seu trabalho com o chef Alex Atala, com quem teve a padaria Em Nome do Pão. 

O café segue os mesmos padrões de primeira linha dos pães artesanais. Para isso, Crisitina buscou a expertise do barista Marcelo Babinski, titulado pela The Speciality Coffee Association of Europe (SCAE) assina o treinamento da equipe juntamente com o gestor de padarias da Anhembi Morumbi de São Paulo, Cleber Affonso. Os doces são criações do experiente chef Wilian Mateus, que passou por conceituadas casas de Londres e New York. Ao todo, 25 profissionais entre chefs, padeiros, garçons e equipe de produção atuam no local.
“A ideia era trazer ao mercado goiano produtos de extrema qualidade, muito semelhantes aos que são consumidos no exterior. Meu trabalho de implantação priorizou matérias-primas importadas para se chegar a um produto final diferenciado, associando excelência em todas as etapas, desde a produção à exposição do produto, que será entregue numa embalagem especial. Tenho certeza de que o desafio de trazer um pedacinho de Paris para Goiânia, oferecendo opções diferentes e inovadoras, será reconhecido pelos paladares mais exigentes”, define a empresária.

A variedade de produtos é tão vasta que foi impossível provar tudo. Mas destaco o croissant coberto com lâminas de amêndoas, que derrete na boca, e o quindim com uma textura extremamente refinada, diferente de todos os que já provei.
A Boulangerie de France oferece três opções de venda: a  escolha de produtos no balcão, encomendas e recepção no local com capacidade para atender 60 pessoas simultaneamente. A área de atendimento, com 100 metros quadrados,  tem acomodações em mesas e som ambiente com canções francesas. Outra comodidade é o serviço de manobrista. Também está previsto para o início de 2015, a implantação de delivery.

 Apostando na excelente aceitação dos produtos, a loja oferece ainda, a linha “Pão também é presente”. Com embalagens artesanais francesas e seleções de sucesso no cardápio, os clientes podem optar entre 60 tipos de pães, bolos e doces, com destaque para panetones, bolinhos servidos em forminhas italianas e cestos de madeira.

Se você como eu, gosta de consumir pães de todas as formas e tipos,  como acompanhamento para toda refeição, vai se sentir no paraíso, ou melhor,  em uma aconchegante boulangerie artisanale em plena Paris. 

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado