Lugar para ser feliz

Restaurante temático que será inaugurado nesta quinta-feira, 23, lembra cenário de parque da Disney

A segunda-feira sob efeito colateral da estreia do Horário de Verão ganhou efeitos especiais no intervalo para o almoço. Explico: o empresário da noite, Adriano Pinheiro (lembra-se das efervescentes noites comandadas por ele no Café Cancun, do Shopping Flamboyant?), convocou a imprensa para apresentar o seu mais recente empreendimento, o Los Compadres, restaurante que vai unir gastronomia e diversão com molho caribenho.

Elizeth Peixoto, Marcos Teixeira, Viviane Baêta e Adriano com a DJ Sandra Bons

Para concretizar o projeto, que tem a ambição de brevemente se transformar em franquia, Adriano se associou ao também empresário e cirurgião plástico Marcos Teixeira e às empresárias Viviane Baêta e Elizeth Peixoto. O local estará aberto ao público a partir da próxima quinta-feira, 23.

Ostentação latino-americana, a casa temática impressiona logo na entrada, com uma Kombi suspensa na fachada. No interior, a decoração remete o visitante a um cenário que poderia muito bem estar em um parque da Disney, com bonecos articulados sobre bicicletas voadoras, calangos gigantes, árvores esculpidas em ferro e uma infinidade de objetos vintage, como cabeceiras de cama, grades de ferro, brinquedos e flores. O clima teatral é completado por um pequeno palco, ao centro, reservado para pockets shows durante o almoço ou o jantar.

Almoço de apresentação à imprensa

 A cenografia é obra do arquiteto paulista Marcelo Peron, contratado para a missão de traduzir o conceito da Los Compadres, marca licenciada pelo empresário há mais de 10 anos, quando esteve em Trinidad e Tobago, no Caribe. A ideia é reproduzir no restaurante um ritmo frenético, com atendentes treinadas em aulas de coreografia, teatro, etiqueta e cursos de auto maquiagem, transformando o espaço em uma grande vitrine de superproduções com sistema de luz e som e figurinos.

Na cozinha, a temática caribenha será menos eloquente, com opções da gastronomia com sotaque regional dominando o cardápio elaborado pela chef Marivalda Oliveira. No almoço de ontem, por exemplo, experimentamos um filé alto ao molho de shitake de pedir bis.

A casa, que não é boate e não dispõe de pista de dança, elegeu como trilha sonora o ecletismo das décadas de 70, 80 e 90, com volume controlado, que permite aos clientes estabelecer conversas.

Detalhe da cenografia de Marcelo Peron

Música sertaneja (que domina a maioria dos estabelecimentos noturnos da capital goiana) não terá vez no Los Compadres, assim como o gênero eletrônico. A grande surpresa reservada para o quesito musical foi a contratação da equatoriana Sandra Bons, DJ que já tocou com David Guetta e Fatboy Slim.

Los Compadres só aceitará a entrada de maiores de 21 anos e abrirá de segunda-feira a domingo para almoço executivo e, de terça-feira a domingo, para o jantar.

2 comentários

britz lopes

Amei a matéria do Los Compadres. Amei primeiro a revista, que está linda! Beijos a todos

Cristina Dourado

Muito interessante a matéria sobre o Los Compadres. Por favor, qual o endereço? Bjs
* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado