Coleção Quadrado ao Cubo, de Eleonora Hsiung

Coleção Quadrado ao Cubo, de Eleonora Hsiung


Geometria poética

Quadrado ao Cubo, a nova coleção Primavera/Verão 2015 de Eleonora Hsiung que será lançada amanhã, traz peças inspiradas no abstracionismo geométrico

Eleonora Hsiung é incansável no exercício de explorar as possibilidades da geometria para construir seus icônicos acessórios. Já o demonstrou na sequência de cinco coleções lançadas desde que se firmou no campo da criação (a designer foi capa da última edição de The Book, leia matéria aqui).

Mas agora, ao unir os universos de três grandes nomes do abstracionismo geométrico — Kazimir Malevich, Theo van Doesburg e Piet Mondrian —, Eleonora traz uma série carregada de novos significados para a coleção Primavera/Verão 2015, que lança amanhã, para um time de happy few no moderno showroom Opus Urbano Areião.

Primeiro, o uso das cores. Super econômicas nas coleções anteriores, em Quadrado ao Cubo, como foi nomeada, elas ganham destaque. Como na obra de Mondrian e de Theo van Doesburg, onde cores primárias preenchem os limites traçados pelas linhas pretas, nos acessórios, o azul, o vermelho e o amarelo escondem partes do metal.

Do suprematismo russo inaugurado pelo ucraniano Kazimir Malevich, Eleonora Hsiung extraiu as formas geométricas básicas, particularmente o quadrado e o círculo – inspiração que deu origem à poderosa imagem do quadrado negro sobre um fundo branco que consagrou tanto o artista quanto o movimento pictório. A designer também se apodera da sobreposição destas formas, ou a junção delas, para compor algumas peças, sugerindo novas texturas ao metal.

Em aproximadamente 50 modelos, alguns em edição limitada, colares, braceletes, pulseiras, pulseiras de mão, brincos e anéis traduzem a estética dos mestres, mas sempre livres das rígidas regras dessas vanguardas artísticas, conforme pontua Julliana Araújo, sócia da marca.

As peças, predominante feitas de metal, são adornadas por resina, madeira, cordões e pedras naturais como sodalita, granada e turmalina, sempre evocando o conceito de urbanidade. Toques do maximalismo e da logomania dos anos 1990 fecham o repertório, traduzindo o statement jewelry da marca. 

Assim como Malevich afirmou ter concebido uma nova arte, que chamou de suprematismo, o Ateliê Eleonora Hsiung abre alas para novas concepções e novos desejos. E com muita poesia. 

Serviço
Lançamento da coleção Quadrado ao Cubo
Dia: 10 de junho (terça-feira)
Hora: 19h30
Local: Showroom Opus Urbano Areião
Endereço: Rua 135, Setor Marista, entre o Parque Areião e a Alameda Ricardo Paranhos.

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado