Circuito Gastronômico Goiás será realizado em cinco cidades goianas
Circuito Gastronômico Goiás será realizado em cinco cidades goianas

A boa mesa de Goiás

A temporada gastronômica do Estado foi aberta oficialmente nessa segunda-feira, 5, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Renomados chefs nacionais e internacionais participam dos festivais em cinco cidades

A Cidade de Goiás abrirá, nessa quinta-feira, 8 de maio, o 8º Festival Gastronômico. O evento também dará início ao Circuito Gastronômico Goiás, lançado, ontem, 5, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, pelo vice-governador José Eliton e pelo presidente da Agência Estadual de Turismo, Leandro Garcia.

O circuito, que tem como madrinha a primeira-dama do Estado e presidente da OVG, Valéria Perillo é um conjunto de eventos gastronômicos que reunirá chefs renomados de várias partes do Brasil e do mundo, a fim de promover o turismo, a culinária e as peculiaridades de cada região do Estado. Esse ano, o circuito será realizado pela Agência Estadual de Turismo nas cidades de Goiás, Pirenópolis, Alto Paraíso, Caldas Novas e Goiânia e apoiará a realização dos festivais de Nova Veneza e Trindade.

Os festivais são destinados a empreendedores, administradores de restaurantes, profissionais e estudantes ligados à área de turismo, hospitalidade e gastronomia, e também ao público. Na programação constam oficinas, palestras, exposições e aulas-show ministradas por grandes nomes da gastronomia nacional e internacional, e as esperadas noites de degustações especiais nos restaurantes locais. Na Cidade de Goiás, o evento será realizado de de 8 a 11 de maio. Em seguida, Pirenópolis receberá sua edição, de 22 a 25 de maio. Alto Paraíso sediará o Circuito de 17 a 20 de julho. Nos demais municípios, as datas serão confirmadas em breve.

O Circuito Gastronômico Goiás é realizado pelo Governo de Goiás, por meio da Agência Estadual de Turismo, em parceria com prefeituras municipais e entidades como Universidade Estadual de Goiás (UEG), Sebrae Goiás, Senac Goiás e Associação Goiana de Profissionais e Estudantes de Cozinha (Agpec).

OS DOIS PRIMEIROS FESTIVAIS

Cidade de Goiás
Para o 8º Festival Gastronômico da Cidade de Goiás estão confirmados profissionais como Luiz Yscava, Henrique Fogaça, o italiano Fabrizio Giovanni Abbate, mais conhecido como chef Don Fabrizio e Lucas Corazza. O chef francês Olivier Anquier, do canal GNT, também já confirmou presença no evento. A antiga capital estará toda em festa com a realização de shows de música regional e clássica em vários pontos da cidade, que é Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. O show de encerramento será do cantor pernambucano Lenine, na emblemática Praça do Coreto.

Pirenópolis
Com foco na valorização do Cerrado e no uso dos produtos goianos na cozinha contemporânea, o 9º Festival Gastronômico e Cultural de Pirenópolis reunirá chefs de cozinha de várias regiões do País e internacionais na cidade. Entre os dias 22 a 25 de maio, Piri, como é carinhosamente conhecida, vai receber um time estrelado de profissionais, como o francês radicado em São Paulo, Laurent Suaudeau, Mara Salles, Alberto Landgraf e Salvatori Loi. Chefs goianos consagrados como Ian Baiocchi e Márcia Pinchemel também participam do encontro.

O Festival Gastronômico de Pirenópolis será um passeio pelas diferentes áreas da culinária, desde a degustação de vinhos ao preparo de pratos típicos. A programação inclui oficinas, aulas-show e a participação de vários restaurantes da cidade, que vão oferecer cardápios especiais nos dias do evento. Tudo isso apimentado com atrações culturais de alto nível, com apresentação de músicos regionais durante os dias do evento. A cantora Vanessa da Matta fará o show de encerramento do festival no final da tarde de domingo (25), na Rua do Lazer.


NO EVENTO, CHEFS RENOMADOS 


Fabrizio Giovanni Abbate 
Um dos mais aguardados do evento, Fabrizio Giovanni Abbate, 52 anos, é italiano de Palermo, filho e neto de uma família com 150 anos de tradição culinária, e foi, aos 16 anos, o primeiro chef de cozinha do Hotel Sirenetta, na Sicilia. Atualmente é chef e proprietário do restaurante Don Fabrizio em Arraial D’ajuda, na Bahia, aonde chegou em 1997. Cria a própria cozinha juntando a experiência internacional da cozinha Siciliana aos produtos da terra Brasil.


Luiz Fernando Yscava 
É graduado em tecnologia em gastronomia pelo Centro Universitário Senac e em design gráfico pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, com especialização em European Gourmet Cuisine pela DCT University Center Switzerland e Imperial Thai Cuisine pela Blue Elephant Culinary School Thailand. Iniciou a carreira gastronômica em restaurantes no Japão e viajou pela Europa e Ásia para vivenciar a cultura de países como Tailândia, Singapura, Indonésia, China e Hong Kong. Foi chef executivo no restaurante Vista Verde Golf Club e, atualmente, é consultor gastronômico e presta serviços em restaurantes como o Natureba Gastronomia Saudável, em Alphaville (SP).


​Henrique Fogaça
Paulista de Piracicaba, Henrique Fogaça se formou na FMU. Estagiou com o chef Alex Atala, no D.O.M., com o francês Laurent Suaudeau e com a chef argentina Paola Carosella. Em 2005, abriu negócio próprio, um café colado na Galeria Vermelho - que cresceu e deu origem ao restaurante que hoje comanda, o Sal Gastronomia. No início de 2013, abriu o gastropub Cão Véio, fruto da parceria com o roqueiro Baduaí, do CPM 22, e o promoter Kichi.


Mara Salles
Professora, pesquisadora, cozinheira e dona de restaurante, Mara Salles viaja há anos pelo País investigando tradições, ingredientes e pratos. Toda essa gama de informações e sabores ela apresenta ao público no Tordesilhas, um dos mais respeitados endereços da cozinha brasileira em São Paulo. Em seu restaurante na Al. Tietê, em São Paulo, Mara prova que a culinária nacional pode se modernizar sem perder as raízes.

Lucas Corazza
O chef Lucas Corazza trabalhou com grandes nomes como Henry Schaeffer (Le Vin Bistrô), Alex Atalla (D.O.M.), Bel Coelho (Buddha Bar), Sergio e Javier Torres (Eñe) e Mara Mello. A paixão pela confeitaria o levou até a França, na pequena cidade de Yssingeaux, onde estudou na ENSP (École National Superiére de la Patisserie) e teve a oportunidade de conhecer a fundo a gastronomia francesa.Trouxe na bagagem referências e se aprofundou no conhecimento da estética de linhas limpas e contraste de cores que os Chefs franceses tanto valorizam, experimentou sabores diferentes como os da féve tonka, além de combinações inusitadas como morango com banana. Foi lá também que percebeu sua inclinação para os trabalhos artísticos em chocolate, trabalho que foi desenvolvido em seus “ovos escultura”. Atualmente o chef participa do programa A Confeitaria, transmitido pelo canal Bem Simples, onde ensina passo-a-passo de receitas às terças e quintas, à meia-noite.

Laurent Suaudeau
Laurent é o mais renomado Chef de Cozinha Francesa no Brasil. Seus pratos, preparados na fusão das técnicas francesas com ingredientes brasileiros, são ganhadores dos principais prêmios de gastronomia do país desde sua chegada ao Brasil. Revista Gula (Chef do Ano de 2003 e Melhor Restaurante Francês de São Paulo em 2003 e 2004) , Revista Veja São Paulo  (Chef do Ano de 2003, Melhor sobremesa de São Paulo de 2003 e Melhor Restaurante Francês de São Paulo de 2003 e 2004) e Guia 4 Rodas (Chef do Ano de 2003).

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado