Armários nos trinques

Closets organizados poupam nosso tempo, quebram o ciclo do uso das peças de sempre e ainda possibilitam novas combinações de looks

A medida em que as roupas vão se amontoando no armário fica mais difícil de visualizá-las e perde-se oportunidades de montar looks diferentes e mais harmoniosos quando viciamos nas peças de sempre. Nada contra usar várias vezes as peças que amamos, mas que tal resgatar as que já estão esquecidas e ganhar assim novas produções com gostinho de roupa nova? Aproveitar uma tarde para ver o que tem pode ser uma útil e deliciosa brincadeira. The Book elaborou uma série de dicas para você romper o ciclo da mesmice e ainda poupar tempo com a organização do armário.

1) Separar as roupas em montes como: o que não me serve mais e o que não usaria mais de jeito nenhum: essas, se estiverem em bom estado, podemos passar pra frente, presentear uma amiga que gostaria de receber a peça ou doá-las à instituições beneficentes;

2) Agora separe as peças e empilhe-as por categorias: calças, t-shirts, blusas mais elaboradas, regatas, vestidos, casacos, crochês, shorts, saias, roupas de ginástica;

3) Separe cada seção desta por cores, começando das mais claras até as mais escuras, finalizando com as estampadas. Empilhe o que puder dobrar sem amassar fazendo colunas: a coluna de t-shirts por cores; a coluna das calças da mais clara até a mais escura; pendure os casacos por essa ordem de cor e estampas; pendure os vestidos - do dia a dia até os de festa – sendo que estes podem ir para a parte menos visível do guarda-roupa;

4) Veja o espaço disponível no armário para acomodar as peças de uma forma que fique visível e prático para pegar. Exemplo, se usa muita sobreposição como casaquetos, boleros ou coletes, deixe-os mais acessíveis, pendurados. As peças a serem dobradas serão aquelas em que você sabe que são de modelos mais homogêneos, como as calças e as t-shirts. Aqui, caberá uma boa dose de bom senso para definirmos a noção de espaço do armário X as peças que você tem em maior e menor quantidade X a visibilidade que você precisa dar às peças legais que estavam escondidas.

5) Após a organização percebeu que há nichos no armário com espaços sobrando? Por exemplo, uma prateleira com o espaço vertical muito amplo. Chame o marceneiro e planeje a inserção de uma gaveta – se este espaço for abaixo da cintura, ou de uma tábua horizontal para ganhar mais uma repartição.

6) Caixas charmosas podem acomodar lenços, assim como luvas e meia-calças – que usamos menos ou podem ficar escondidos dos olhos.

7) Visibilidade é a palavra em voga no quesito organização, e pra otimizar a questão visual de abrir o armário e enxergar tudo o que tem, é essencial o uso de cabides da mesma cor. Aconselho o bom e velho cabide preto. Vamos começar?

 Na foto principal, Sarah Jessica Parker no papel da jornalista e ícone da moda, Carrie Bradshaw, no filme Sex and the City, diante do seu closet: sonho de consumo de todas as mulheres; 

Nota do editor:
Precisa de ajuda profissional? Roberta Klein, nossa colunista de moda também atua como personal organizer. Anote o contato Fone/Whatsapp: 62 8557-3406 

Seja o primeiro a comentar

* Campos Obrigatórios. **Seu email não será divulgado